quinta-feira, 19 de junho de 2008

Pipocas Baby e Wilbur

Olha eu aqui novamente...

Antes eu escreveria "de novo" no lugar de novamente, mas depois de eu ter cometido o erro de escrever num texto "denovo" emendado, parei de usar. Cheguei a precisar consultar o dicionário para saber a maneira certa.

Ok, é um erro idiota, mas acho que tenho uma explicação. Lembra do "Dinovo" um chiclete em forma de ovo de dinossauro? Era emendado! E porra, o Baby ficava o tempo todo: De novo, denovo, dinovo!

Ou minha memória tem um senso de humor próprio ou realmente é necessário rever a publicidade nos programas infantis.

Que nada! Eu não era mais infantil nessa época (pelo menos não pelo Estatuto da Criança e do Adolescente). Até porque o que eu mais lembro do Baby é da pipoca. Passei boa parte da faculdade de jornalismo comendo as "Pipocas Baby" do 12º andar da Uerj.

O cara que fez jornalismo quer justificar que não sabe escrever de novo separado porque comia isopoca rosa durante a faculdade. Não é à toa que o meu chefe diz que eu tenho desculpa pra tudo.

Esse post mesmo é para já me desculpar de adianto pelos erros que cometo. Tenho um sério problema com meu "leitor imaginário" (o Eu que lê o Eu que escreve). Ele se acha muito exigente com a gramática e a ortografia, apesar de não entender PN (que é sigla para Porra Nenhuma, segundo Luciano Lucas) e não perdoa clichês, apesar de ser um clichê em si.

Aliás, ele me fez ficar encanado com o nome do blog, "Zé Brandão". Porra, um blog com o meu nome? Que parada prepotente, egoísta, "self oriented". Po, foi mal, é que eu achei que seria um blog pra também me servir de portifólio, para os desenhos... E aí qualquer outro nome menos objetivo que esse soava estúpido, como "Imagens Imagéticas", "Figuras Figurativas", "Olhar de um lápis 2B", ou qualquer outra metáfora mequetrefe.

Mequetrefe por mequetrefe, vou tentar compensar cada post desse com um algo pra ver. Abaixo, o link do Wilbur, um curta aí produzido por um dos meus Eus com um monte de Eus dos outros (Afinal, pra que ser bipolar ser você pode ser multipolar - nessa hora qualquer estudante ginasial virá me contestar pq "pólos só existem dois" - mas fodam-se todos os Eus, os Eles e os pólos). Wilbur, inspirado nas animações da UPA dos anos 50:

4 comentários:

garotinha disse...

Perguntas, comentários e considerações a fazer:

- Quem surgiu primeiro, o "Dinovo" ou o Baby? (se não estiver enganada, foi o Dinovo que eu mascava na sexta série no ano de 1992)

- Poxa, você tem certeza que não era mais adolescente quando da época do estouro de "Família Dinossauro"? Eu era...

- postagem às 14:09... tsc, tsc. Então é isso que você faz né.

garotinha disse...

Ohh, perdão, perdão, o relógio do blogger não bate com o meu aqui no Brasil, eheh.

bonnie/ mrs. mojo rising/ clarissa disse...

Zé, eu acho que você escreve hiper bem. É criativo, conciso, claro, bem humorado. Errinhos de ortografia são comuns.

Eu sempre implico com "de novo" por outro motivo. "De novo" é ambígua, pode significar novamente ou novidade, duas coisas contrárias, né?

Beijos!!!

bonnie/ mrs. mojo rising/ clarissa disse...

Olha aí, escrevi "ambígua" quando deveria escrever "ambíguo", tá vendo? *rs*

E não assinei, né? Sou eu, Maria Cretina!!! *rs*

Beijos.